A nossa cave não é uma prisão, é sim um espaço de prazer e fruição, pelo que mais do que ter devemos usá-la com frequência rodando os vinhos que temos em acervo e garantindo a sua renovação.

A cereja em cima do bolo será podermos ter um armário frigorífico para conservar os nossos melhores vinhos em condições perfeitas, e claro termos vinhos brancos sempre a boa temperatura bem à mão de semear.

Convencido? Comece a sua cave e boa sorte, lembre-se que o caminho faz-se caminhando.

Published On: Setembro 4th, 2019 / Categories: Cave /